10 de julho de 2009

Dirão, em som, as coisas que, calados, no silêncio dos olhos confessamos?

Dizem por ai que a vida é feita de oportunidades, delas temos aos montes! Esse blog, não é nada mais que uma OPORTUNIDADE de poder destilar minhas hostilidades ou então sutilezas, minhas vontades mais internas, ou até mesmo as mais transparentes.
Creio que é extremamente difícil expor nossos pensamentos ao mundo, imagine então todos eles? O mundo não se sustentaria, correto? Por trás das capas, das personalidades, das túnicas, dos turbantes, dos lençóis, de um computador ou até mesmo de uma postura autoritária, somos humanos, e perdemos isto com o passar do tempo. Acredito em muitas coisas que quase ninguém mais direciona crédito algum, só que ainda creio, assim como também não acredito mais em muitas apostas exercidas pela humanidade. O que é essencial? as inumeras oportunidades de expor nossa composição humana ao mundo, nos piores e melhores momentos da vida que levamos. Como diz por ai um GRANDE amigo meu: "O IMPORTANTE É ACREDITAR", ora é o poder que nos levanta e ora a força que nos faz cair, estamos expostos e respectivamente deveremos estar DISPOSTOS a tudo, enfrentar nossos temores com toda a força possível. Expor nossos sentimentos é algo que deveria nos fazer bem, se estes por muitas vezes não chegassem a até mesmo nos assustar... o importante é não reprimir o que o coração necessita liberar, o que a nossa garganta pede pra expor, o que nossos olhos ofuscam à todo momento. A saudade sabe como apertar... saudade de um cheiro, uma roupa, um lugar ou de alguém muito especial que mora longe.
OPORTUNE sua vida, e aproveite seus pais, seus amigos enquanto são e enquanto perto estão de você, seus demais familiares, seus sobrinhos postiços, seu namorado(a), seu cachorro, sua música preferida, seu lugar favorito e seu cochilo gostoso da tarde ou até altas horas do dia... ou então, oportune seu Blog, revitalize seus pensamentos e exprima-os ao máximo, não deixe que o silêncio tome conta do que não o pertence!

" Tudo que move é sagrado e remove as montanhas com todo cuidado, todo dia é de viver, para ser o que for e ser tudo. Sim, todo amor é sagrado"

9 comentários:

  1. Lindo amoor ;D

    ResponderExcluir
  2. Estranho ler algumas dessas coisas brotando de ti, simplesmente, tem algo aí que me faz achar isso engraçado até.
    E essa forma romântica de ver as coias, meio que utópica e ultrapassada, mas não me entenda mal, adoro o passado. Viveria nele para sempre.

    ResponderExcluir
  3. Li tudo, reli e percebi a "diferença a sutil diferença" entra a Talita Oliveira de exatamente 3 anos atras do que és hoje, é bom te ver evoluindo nos textos e principalmente nos pensamentos. (That's all folks).

    ResponderExcluir
  4. Bom... Aqui deveriam estar palavras, mas eu prefiro usar um som primeiramente: -Clap, clap, clap...
    Agora sim, meus parabéns, enfim algumas de suas palavras estão expostas. E muito bem definidas. Realmente gostei muito, linda.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  5. Alberdran Costa15 julho, 2009

    Minha escritoraa prediletaa \o/

    Escreva mais. Adoreiiii

    bjos

    ResponderExcluir
  6. "Sonhos, acredite neles" (Vladimir Ulianov Lenin)

    ResponderExcluir
  7. Bom, pelo pouco que te conheço, acredito que seja uma pessoa que se permite, se oportuna a fazer o que quer, ou pelo menos tentar, o que pra mim também é válido. Eu por exemplo, sempre gostei de escrever, mas nunca me oportunizei "escrever!", fiquei como um mero expectador. E como um expectador, digo, realmente escreves bem Talita Oliveira. Seus posts são oportunidades de refletimos e lutarmos para não perde o pouco de humanidade que ainda nos resta, os poucos sonhos que alimentamos e de talvez enfim dar todo o amor que guardamos, esperando talvez a hora certa para dar. Bah, que tolice, a hora certa é o agora. Não existe planos, pelo menos eles não dizem o que realmente vai acontecer com 100% de exatidão. O passado, já passou, o presente acaba de se tornar passado e o futuro é experimental: experimente, permita-se. Escreva, viva, exponha-se suas hostilidades e sutilizas, elas dizem muito do que você é. O resto... deve ser lido nas entrelinhas (alma).
    Realmente é difícil expor nossos pensamentos. Mas creio que seja pior ainda não expô-los, pois eu não o fiz e eles me consomem, sobretudo nos domingos à tarde. Quanto a saudade... bem... acho que pode motivar vc a buscar algo que queira de verdade, te fazer lembrar pelo que vc está lutando, seja essa saudade de uma pessoa, de um momento, de um lugar. Contanto que não seja saudade (arrependimento) de algo não exposto, de uma oportunidade perdida :P Mas se ainda assim o for... simplesmente permita-se, toda experiência é válida, para transformar você em quem realmente você é você é...

    Ass: CSP

    ResponderExcluir
  8. É muito difícil não poder expulsar as coisas encravadas dentro de nós, ainda mais perante uma platéia ávida esperando que possamos acertar, o quase senitr, o quase falar, viver pela metade..aproveitar as oportunidades que a vida dar..Gostei desse post!! Como diz Clarice: ''Se eu der o grito de alarme de estar viva, em mudez e dureza me arrastarão pois arrastam os que saem para fora do mundo possível, o ser excepcional é arrastado, o ser gritante."(Clarice Lispector - A Paixão Segundo G.H.)

    ResponderExcluir