5 de agosto de 2010

Sentimentos unilaterais, vontades individuais e ações singulares

Quando se ama alguém, faz-se coisas absurdas por tal sentimento. Vivemos num mundo onde a palavra amor é usada em ações falsas, dizer "EU TE AMO" tem a mesma relevância que um "BOM DIA", não se pode mais acreditar no que se ouve com tanta fidelidade, e esse desfragmento de emoções está sendo discutido em todo o mundo, por todos aqueles que acreditam num sentimento puro e verdadeiro. O fato é que devido à toda essa defasagem do amor, as pessoas estão desacreditando cada vez mais no dia em que encontrarão alguém que terá um sentimento verdadeiro à doar em troca de uma vivência tranquila.

(...)


A reciprocidade tem passado longe da maioria dos casais do século XXI, poderia dizer que basta a reciprocidade do amor, que tras consigo um pouco de respeito, confiança, sinceridade, parceria, romantismo, sensibilidade, compreensão, reflexão, dentre outros. Chegamos num ponto onde a divisão tem ganhado mais pontos que a soma, os atores que protagonizam suas relações tem enfrentado grandes problemas no convívio à dois. Se atualmente encontramos pessoas dispostas a encarar a vida e seus desafios, então as mesmas não se sentem desencorajadas, porém devido à todo o processo doloroso e frustrante de amar aquilo que nos consome por inteiro, provoca um certo desestímulo.

Talita Oliveira


"Dificil não é lutar por aquilo que se quer, e sim desistir daquilo que se mais ama. Eu desisti. Mas não pense que foi por não ter coragem de lutar, e sim por não ter mais condições de sofrer" - Bob Marley

(...)

9 comentários:

  1. Como sempre sou fã de seus post's, esse realmente diz toda a verdade sobre o sentimento no mundo atual. Mas, viver pensando no amor, viver pensando em buscar a felicidade faz bem, estimula o coração a pulsar, a mente a funcionar =D
    Beijos, adoro-te bicuda !

    ResponderExcluir
  2. Talita, tá lindo! tudo muito bem feito! Parabéns! Parabéns! Quero ler mais! :D

    ResponderExcluir
  3. Laíza Machado05 agosto, 2010

    Amo, amo, amo...chatinhaaaa...

    Cada palavra escrita de forma contundente e verdadeira, faz simplesmente com que o leitor reflita no sentimento descrito de forma real e racional. Parabéns gatonaa...

    ResponderExcluir
  4. Flávinha Teles05 agosto, 2010

    O q mais vemos hj em dia por ai é gente desacreditada do amor, pessoas marcadas por relacionamentos antigos,machucadas,magoadas,cheia de requicios e medos,foram do céu ao inferno cm a msm pessoa,é dificil acreditar novamente,mas p viver um amor é preciso correr riscos, acho q esses riscos são sempre válidos,temos q viver por inteiro em todos os sentidos,metades n nos completam, por mais q seja dificil,nunca desistir de crer no ser humano. Invasão em seu blog ;)

    ResponderExcluir
  5. Eu te amo demais e isso não da boca pra fora.

    ResponderExcluir
  6. O problema das relações de hoje é que tudo é banalizado, nada é levado a sério por muitas pessoas, então o exercício de confiar para aí poder amar é muito difícil,vivemos fugindo de apego pq sabemos que nos machucar interiormente é um procedimento doloroso.

    ResponderExcluir
  7. Demônia vc por acaso tava vagando na minha cabeça??? kkkk! tudo que eu tava pensando esses dias vc descreveu aí! Massa viu! gosto de tu sua chata que dá cano nas pessoas! kkkk! beijoo!

    ResponderExcluir
  8. Mais um post super inspirado, concordo muito!

    ResponderExcluir
  9. Demônia vc por acaso tava vagando na minha cabeça??? kkkk! tudo que eu tava pensando esses dias vc descreveu aí! Massa viu! [/Lorena]

    ResponderExcluir